COMPROMETIMENTO DOS PODERES

As políticas de combate às drogas devem ser focadas em três objetivos específicos: preventivo (educação e comportamento); de tratamento e assistência das dependências (saúde pública) e de contenção (policial e judicial). Para aplicar estas políticas, defendemos campanhas educativas, políticas de prevenção, criação de Centros de Tratamento e Assistência da Dependência Química, e a integração dos aparatos de contenção e judiciais. A instalação de Conselhos Municipais de Entorpecentes estruturados em três comissões independentes (prevenção, tratamento e contenção) pode facilitar as unidades federativas na aplicação de políticas defensivas e de contenção ao consumo de tráfico de drogas.

sábado, 21 de abril de 2012

PROERD DA BM FORMA NOVOS PROFESSORES

Proerd forma novos professores - CORREIO DO POVO, 21/04/2012

A primeira turma de professores do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) da Brigada Militar formou-se ontem, em Porto Alegre, no dia em que a Assessoria de Direitos Humanos da corporação completou um ano. Trinta PMs participaram do curso.

Segundo o coordenador da Assessoria de Direitos Humanos da BM, tenente-coronel Paulo César Franquilin, o programa desenvolvido no RS ganhou status de Centro de Treinamento pelas autoridades dos EUA, pelo programa Drug Abuse Resistance Educatuion, reconhecido pelas Nações Unidas. O Centro funciona na Academia de Polícia Militar, na Capital.

Os formandos atuarão nas escolas situadas nos Territórios da Paz, nos bairros Lomba do Pinheiro, Rubem Berta, Santa Tereza e Restinga. Segundo Franquilin, a Assessoria de Direitos Humanos, procurou, em 2011, maior aproximação com a comunidade. Houve reuniões com o Movimento Negro, de mulheres, de moradores de rua e outros grupos em situação de vulnerabilidade. A assessoria também desenvolveu ações no Litoral Norte durante o veraneio.