COMPROMETIMENTO DOS PODERES

As políticas de combate às drogas devem ser focadas em três objetivos específicos: preventivo (educação e comportamento); de tratamento e assistência das dependências (saúde pública) e de contenção (policial e judicial). Para aplicar estas políticas, defendemos campanhas educativas, políticas de prevenção, criação de Centros de Tratamento e Assistência da Dependência Química, e a integração dos aparatos de contenção e judiciais. A instalação de Conselhos Municipais de Entorpecentes estruturados em três comissões independentes (prevenção, tratamento e contenção) pode facilitar as unidades federativas na aplicação de políticas defensivas e de contenção ao consumo de tráfico de drogas.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

MOMENTO MÁGICO

WANDERLEY SOARES, O SUL
Porto Alegre, Quarta-feira, 15 de Fevereiro de 2012.


Acompanharei da minha torre, sem desativar o som, mais esta canção da transversalidade

A passagem por Porto Alegre de 40 especialistas no combate ao crack enviados pelos ministérios da Justiça, Saúde e Desenvolvimento Social, que aqui chegaram acomodados num avião da FAB com o objetivo de montar um plano conjunto com técnicos do RS para combater a droga, é um momento que deve ser anotado e muito bem anotado pela sociedade.

Por ora, não há nada de concreto no tal projeto a não ser a previsão no orçamento da União de R$ 42 milhões para o desencadeamento do que está esboçado quase que romanticamente no papel.

O combate começará em Porto Alegre, atingirá a Região Metropolitana na segunda fase, seguindo-se em oito polos regionais tendo seu epílogo em cidades menores já afetadas pelo flagelo. Não se fala sequer no número de pessoas que, obrigatoriamente, estarão envolvidas no processo e, muito menos, no espaço de tempo em que a tarefa será desenvolvida para atingir o seu apogeu.

É claro que a máquina do Estado será convocada a participar. No entanto, se o Estado hoje está fazendo água na saúde, na educação e na segurança pública, que efeito mágico terão os R$ 42 milhões em tal projeto mesmo com toda a alquimia da política da transversalidade afinadamente cantada pelo governo?

Como sou um incorrigível romântico, enquanto não me ferir os ouvidos, acompanharei da minha torre, sem desativar o som, mais esta canção da transversalidade.