COMPROMETIMENTO DOS PODERES

As políticas de combate às drogas devem ser focadas em três objetivos específicos: preventivo (educação e comportamento); de tratamento e assistência das dependências (saúde pública) e de contenção (policial e judicial). Para aplicar estas políticas, defendemos campanhas educativas, políticas de prevenção, criação de Centros de Tratamento e Assistência da Dependência Química, e a integração dos aparatos de contenção e judiciais. A instalação de Conselhos Municipais de Entorpecentes estruturados em três comissões independentes (prevenção, tratamento e contenção) pode facilitar as unidades federativas na aplicação de políticas defensivas e de contenção ao consumo de tráfico de drogas.

quinta-feira, 28 de abril de 2011

QUADRILHA USAVA VICIADOS PARA VENDER DROGAS EM RAVES

Desarticulada quadrilha que usava viciados para vender drogas em raves no Litoral Norte. Brigada Militar e Ministério Público prenderam dez pessoas hoje - Cid Martins - RÁDIO GAÚCHA, ZERO HORA ONLINE, 28/04/2011

Foi desarticulada nesta manhã uma quadrilha de traficantes que utilizava jovens dependentes químicos para vender drogas em festas raves no Litoral Norte. Na chamada Operação Quimera, a Brigada Militar (BM) e o Ministério Público (MP), com o auxílio da Polícia Civil, prenderam dez pessoas — sete por mandados de prisão e três em flagrante.

Também são cumpridos nove mandados de busca e apreensão e já foram recolhidos uma moto, um carro Pegeout, drogas e armas.

A investigação começou há três meses e descobriu que esta quadrilha era responsável pelo tráfico de drogas nas cidades de Osório, Tramandaí e Santo Antônio da Patrulha. Neste período, outras oito pessoas foram presas.

A principal característica deste grupo criminoso é o uso de jovens da cidade de Osório, usuários de drogas e frequentadores de festas rave, para realizar a tele-entrega dos entorpecentes.

Os jovens faziam a intermediação entre outros usuários e os traficantes, para que, caso fossem flagrados em abordagens da BM, fossem enquadrados como usuários e não como traficantes, assinando um termo circunstanciado por posse de entorpecente, que é um crime de menor potencial ofensivo.

Um dos espaços preferidos pelos traficantes para comércio da droga ilícita era a Praça das Carretas, no centro da cidade de Osório.

Durante o monitoramento dos integrantes dessa organização criminosa, foi constatado que um detento da Penitenciária Modulada Estadual de Osório havia determinado a execução de três pessoas de sua relação — um homem e duas mulheres. Em razão dessa constatação, a BM realizou operação de polícia ostensiva, e agindo preventivamente, efetuou a prisão da pessoa encarregada de cometer o crime, evitando o triplo-homicídio.

A operação foi batizada de Quimera (produto da imaginação, um sonho ou fantasia), cujo nome está associado ao efeito produzido pela droga ilícita, consumida por jovens na festas raves.