COMPROMETIMENTO DOS PODERES

As políticas de combate às drogas devem ser focadas em três objetivos específicos: preventivo (educação e comportamento); de tratamento e assistência das dependências (saúde pública) e de contenção (policial e judicial). Para aplicar estas políticas, defendemos campanhas educativas, políticas de prevenção, criação de Centros de Tratamento e Assistência da Dependência Química, e a integração dos aparatos de contenção e judiciais. A instalação de Conselhos Municipais de Entorpecentes estruturados em três comissões independentes (prevenção, tratamento e contenção) pode facilitar as unidades federativas na aplicação de políticas defensivas e de contenção ao consumo de tráfico de drogas.

sábado, 20 de abril de 2013

OPINIÃO SOBRE INTERNAÇÃO OBRIGATÓRIA

ZERO HORA 20 de abril de 2013 | N° 17408

DEBATESZEROHORA.COM.BR

Você concorda com a internação de dependentes químicos mesmo contra a vontade?

Não concordo, os usuários de drogas devem ser presos e não internados em clínicas. Eles são receptadores de produto proibido, logo são criminosos.

Hermeto Tourinho Girardi, Engenheiro – Porto Alegre

Concordo. No momento em que o usuário de qualquer tipo de droga passa a ser um risco à sociedade, fomentando o crime, deve, sim, ser internado contra a sua vontade.

João Carlos Prado Jr., Técnico em segurança do trabalho – Guaíba

Sou contra. A internação compulsória não traz benefício algum para o sujeito e para a família. Precisamos ter mais abrigos, casas de acolhimento, consultório de rua, e também leitos para desintoxicação em hospitais gerais.

Leonardo Abib, Porto Alegre

Partindo do princípio de que o dependente químico não responde mais por suas atitudes e sequer pelas consequências das mesmas, deve ser internando para tratamento mesmo contra sua vontade.

Ricardo Reischak, Advogado – Porto Alegre

Não concordo, pois trabalho com saúde mental e por experiência percebo que internar contra a vontade não produz nenhuma melhora.

Itamar Dias de Oliveira, Porto Alegre

Uma medida para mascarar a incompetência das autoridades frente ao traficante que age livremente.

Wanderlen Castanheira, Marítimo – Tramandaí

Internação do dependente é óbvio que deva ser contra a vontade do mesmo.

Dante Mondadori, Enfermeiro – Antônio Prado

Não concordo com a internação, pois acredito que a recuperação total de um dependente químico só acontece quando ele se dá conta de que o mundo em que está vivendo é cruel.

Juceli Wust, Rolante

Concordo. Muitas vezes é a única saída para resolver o desespero de uma mãe não querer ver seu filho nessa situação.

Roberta Brasil, Estudante – Porto Alegre

Acho muito importante essa ação, pois não dá para aceitar que viciados estejam por aí roubando, portando armas, tirando o sossego dos cidadãos.

Ângela de Abreu Rodrigues, Funcionária pública – Alvorada


OPINIÃO DO BENGOCHEA - SOU A FAVOR, SEMPRE. Quem conhece a realidade das famílias e as condições a que fica submetida  uma pessoa dependente será sempre favorável, pois a internação obrigatória vai obrigar a ação ativa da Justiça nesta questão e responsabilidade do Executivo nos investimentos em centros de tratamento das dependências e facilita aos familiares internarem seus amados para que tenham uma oportunidade de cura, de vida e longe dos traficantes que aliciam, obrigam a roubar e executam aqueles que não pagam e não obedecem suas ordens.