COMPROMETIMENTO DOS PODERES

As políticas de combate às drogas devem ser focadas em três objetivos específicos: preventivo (educação e comportamento); de tratamento e assistência das dependências (saúde pública) e de contenção (policial e judicial). Para aplicar estas políticas, defendemos campanhas educativas, políticas de prevenção, criação de Centros de Tratamento e Assistência da Dependência Química, e a integração dos aparatos de contenção e judiciais. A instalação de Conselhos Municipais de Entorpecentes estruturados em três comissões independentes (prevenção, tratamento e contenção) pode facilitar as unidades federativas na aplicação de políticas defensivas e de contenção ao consumo de tráfico de drogas.

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

TRÁFICO EM FRENTE À CRECHE E PROXIMIDADES DA UNIVERSIDADE

ZERO HORA 08 de agosto de 2012 | N° 17155

CERCO AO TRÁFICO. Quadrilha atuava em frente à creche

HUMBERTO TREZZI 

Policiais civis do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc) desarticularam uma quadrilha de traficantes que agia na Vila Planetário, uma das mais centrais de Porto Alegre.

Situada nas proximidades de um campus da UFRGS, o ponto de tráfico vendia droga para estudantes e também para moradores da região, próxima à Avenida Ipiranga.

Os policiais realizaram diversas gravações para anexar como prova ao inquérito, antes de realizar as prisões. O tráfico era realizado em frente a uma creche comunitária, a Piu-Piu, com desenvoltura e à luz do dia. Os traficantes flagrados em vídeo (confira as imagem em zerohora.com.br) manuseiam maços de dinheiro e pequenas quantias de droga. Em alguns momentos, uma mulher com um bebê de colo vende pedras de crack.

Oito pessoas foram presas, entre elas a mulher que vendia droga. Quatro dos presos tiveram prisão temporária decretada pela Justiça e embasada pelas provas coletadas pelos policiais. Um quinto preso estava foragido. Outros três foram presos em flagrante.

A ação do Denarc faz parte da Operação Anjos da Lei, que há mais de um ano reprime o tráfico nas imediações de escolas e faculdades gaúchas.


Anjos da Lei. Operação leva o nome de seriado americano

- O Denarc já prendeu mais de 150 traficantes, em flagrante, por meio da Operação Anjos da Lei. Ela é assim chamada em referência a um seriado americano dos anos 80, quando um grupo de jovens policiais se infiltrava nas escolas para investigar crimes cometidos por alunos e pessoas de suas relações.

- As primeiras prisões, 16, ocorreram em duas operações em 2011 nas cidades de São Leopoldo e Sapucaia do Sul. O objetivo desta ação contínua é reprimir de forma qualificada o tráfico de drogas no entorno de escolas e universidades da Região Metropolitana de Porto Alegre.

- Os policiais realizam campanas, trabalham com apoio de denúncias e inclusive se infiltram entre os traficantes, antes de realizar prisões. Entre as ações desenvolvidas pelo Denarc, duas resultaram na prisão de mulheres que atendiam em creches.