COMPROMETIMENTO DOS PODERES

As políticas de combate às drogas devem ser focadas em três objetivos específicos: preventivo (educação e comportamento); de tratamento e assistência das dependências (saúde pública) e de contenção (policial e judicial). Para aplicar estas políticas, defendemos campanhas educativas, políticas de prevenção, criação de Centros de Tratamento e Assistência da Dependência Química, e a integração dos aparatos de contenção e judiciais. A instalação de Conselhos Municipais de Entorpecentes estruturados em três comissões independentes (prevenção, tratamento e contenção) pode facilitar as unidades federativas na aplicação de políticas defensivas e de contenção ao consumo de tráfico de drogas.

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

PROERD, O IMPLACÁVEL


Oscar Bessi Filho - Correio do Povo, 11/12/2011


Há momentos na vida em que a esperança nos invade. Abro o Correio do Povo de terça e leio sobre a condenação, a dez anos de cadeia e sem apelar em liberdade, do monstro que espancou uma pedagoga só por ter tirado notas baixas. A justiça mostrando que sim, dá algo, então não cometam barbáries. Noutra página, um planeta verde e habitável surge no horizonte da Nasa. Tá. Eu preferia um planeta vermelho. Mas vamos deixar isso pra Libertadores do ano que vem.

Leio isso no ônibus, rumo a Bento Gonçalves, para o Seminário Estadual de Capacitação sobre Prevenção ao Uso de Drogas e Direitos Humanos. Promovido pela Assessoria de Direitos Humanos e pelo Núcleo de Projetos e Programas Especiais da BM, com incentivo dos governos estadual e federal, reuniu em torno de 400 proerdianos, PMs de todo o pampa, além de policiais uruguaios, mineiros e paranaenses convidados. Foco: o Proerd - Programa de Resistência às Drogas e à Violência - trabalho desenvolvido com crianças em idade escolar de várias faixas de idade.

A paixão de profissionais como o coronel Flávio - que poderia estar aposentado, mas se empolga, como pedagogo, nas brincadeiras e técnicas que ensinam as crianças a dizer não ao que é ruim - e como os capitães Cilon, Fabiano e Juliano, entre tantos outros, entusiasma. Lindo de ver. E ouvir o tenente-coronel Leonel, comandante de Farroupilha, onde o Proerd é modelo, contar dos seus 16 mil alunos formados em nove anos. A população de muitas de nossas cidades. O resultado? Segundo pesquisa da Secretaria de Educação Municipal, 97% desses jovens não se envolveram com drogas. É ou não é de arrepiar? De vibrar?

A música do Proerd - e foi espetáculo à parte o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Fabiano Pereira, dançando a coreografia ao lado do leãozinho - diz que é a solução. E é mesmo. A doutora Sueli de Queiroz, do Grupo Interdisciplinar de Estudos de Álcool e Drogas, da Faculdade de Medicina da USP, provou que 95% das crianças da rede pública que tiveram aulas de Proerd não se envolveram com drogas. Combate eficaz. Se o grande problema das drogas é o usuário, antes mesmo do traficante, que só quer dinheiro fácil, sem o consumo se esvazia esse mercado.

Para orgulho gaúcho, somos referência internacional nessa luta. Durante o seminário, foi entregue o Certificado de Centro de Treinamento, conferido pelo D.A.R.E. Internacional, colocando o Rio Grande do Sul e a BM no top mundial dos aptos a capacitar e atualizar servidores engajados na prevenção do uso de drogas e violência nas escolas. E o Ministério da Justiça, com a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas, conferiu ao Proerd o diploma "Mérito pela Valorização da Vida 2011". Mais importante que isso é ver, como em Farroupilha, tantos jovens dizendo não às drogas, à violência. E sim ao seu futuro.

COMENTÁRIO DO BENGOCHEA - Na pessoa do então capitão Júlio Cesr Araujo Peres que trouxe do 11 BPM para trabalhar comigo no então SIOT-EMBM (EMBM-PM3) no comando do Cel Neumann, onde institucionalizamos a idéia do PROERD que aplicava na unidade operacional, homenageio a todos os brigadianos, oficiais e praças, que se engajaram na aplicação e expansão desta ideia por todo o Estado do Rio Grande do Sul, colocando o programa em níveis de excelência e alta credibilidade perante crianças, adolescentes, pais, mestres e sociedade em geral. PARABÉNS.