COMPROMETIMENTO DOS PODERES

As políticas de combate às drogas devem ser focadas em três objetivos específicos: preventivo (educação e comportamento); de tratamento e assistência das dependências (saúde pública) e de contenção (policial e judicial). Para aplicar estas políticas, defendemos campanhas educativas, políticas de prevenção, criação de Centros de Tratamento e Assistência da Dependência Química, e a integração dos aparatos de contenção e judiciais. A instalação de Conselhos Municipais de Entorpecentes estruturados em três comissões independentes (prevenção, tratamento e contenção) pode facilitar as unidades federativas na aplicação de políticas defensivas e de contenção ao consumo de tráfico de drogas.

sábado, 28 de janeiro de 2012

APREENSÃO INUSITADA

Acidente revela cocaína e maconha em veículo - MARIELISE FERREIRA, zero hora 28/01/2012

Um acidente de carro levou à maior apreensão de drogas feita neste ano no norte do Estado. A polícia encontrou 610 quilos de maconha e 10 quilos de cocaína no porta-malas e no banco traseiro de um carro em Maximiliano de Almeida.

Um homem teve prisão preventiva decretada por suspeita de participação em tráfico de drogas.

Um ônibus levava pessoas para uma excursão quando passou pelo Honda City acidentado na rodovia Piratuba (SC)-Maximiliano de Almeida (ERS-478), na localidade de Crestani, por volta das 3h30min. Avisados pelos passageiros, policiais militares foram ao local e encontraram o veículo. Com o excesso de peso, um pneu estourou, o carro saiu da pista e bateu em rochedos às margens da rodovia. O fato de os passageiros terem abandonado o carro levantou suspeitas.

Ao vistoriar o Honda City, os policiais encontraram a droga, acondicionada em tijolos e colocada sobre o banco traseiro e no porta-malas. Com placas de Caçador (SC), o carro não tem registro de furto, o que pode auxiliar os policiais na identificação dos traficantes. Localizado, o proprietário alegou ter emprestado o veículo.

Buscas foram realizadas, e por volta do meio-dia, um suspeito foi preso caminhando às margens da rodovia. Valcir Carlos Nunes, 26 anos, alegou que foi chamado a consertar um carro com defeito, mas não portava documentos. A polícia levantou os antecedentes e descobriu que ele já havia sido preso no Paraná por tráfico de drogas. O suspeito foi ouvido e negou participação no crime. Com prisão decretada, foi levado ao Presídio Estadual de Erechim.


Ações prendem traficantes na Capital

Em duas ações na quinta-feira, os agentes do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc) apreenderam 22 quilos de maconha escondidos em uma mala que estava em ônibus vindo do Mato Grosso do Sul, na rodoviária de Porto Alegre.

Na sequência, quatro homens foram presos com duas armas de uso restrito pelas Forças Armadas em um apartamento no Parque Santa Fé, zona norte da Capital.

Foram apreendidos um fuzil 7.62, de fabricação argentina, e uma submetralhadora 9 mm, com munições e três coletes à prova de balas. Além de 1,3 quilo de cocaína. A suspeita da polícia é de que os homens fariam a entrega da droga em pontos de tráfico na Vila Santa Rosa.

Conforme o delegado Rodrigo Zucco, o armamento era uma forma do bando se proteger de ataques da gangue Bala na Cara. O Denarc investiga ligação entre a maconha apreendida e os presos.