COMPROMETIMENTO DOS PODERES

As políticas de combate às drogas devem ser focadas em três objetivos específicos: preventivo (educação e comportamento); de tratamento e assistência das dependências (saúde pública) e de contenção (policial e judicial). Para aplicar estas políticas, defendemos campanhas educativas, políticas de prevenção, criação de Centros de Tratamento e Assistência da Dependência Química, e a integração dos aparatos de contenção e judiciais. A instalação de Conselhos Municipais de Entorpecentes estruturados em três comissões independentes (prevenção, tratamento e contenção) pode facilitar as unidades federativas na aplicação de políticas defensivas e de contenção ao consumo de tráfico de drogas.

domingo, 15 de janeiro de 2012

CHURRASCÃO NA CRACOLÂNDIA


'Churrascão' leva 200 pessoas à cracolândia. Manifestação foi organizada por movimentos socais para protestar contra a ação da PM na região da capital paulista - Gio Mendes, do Jornal da Tarde - O ESTADO DE SÃO PAULO. 1401/2012 | 20h 25

SÃO PAULO - Centenas de pessoas passaram na tarde deste sábado, 14, pelo ‘Churrascão de gente diferenciada – versão cracolândia’, na esquina das Ruas Helvétia e Dino Bueno, na região da Luz, no centro. A manifestação foi organizada por movimentos socais para protestar contra a ação da Polícia Militar na cracolândia, que começou no último dia 3 de janeiro.

Os organizadores estimaram que 800 pessoas circularam pelo protesto desde às 15h30. A estimativa da PM é de que 200 pessoas estiveram na manifestação.

Os viciados se organizavam em filas para pegar o churrasco, que era assado em quatro grelhas. Foram comprados 18 quilos de carne, além de vários frangos. "Conseguimos arrecadar R$ 1.800 em uma vaquinha feita com integrantes de movimentos sociais", disse a assistente social Tina Sampaio, de 68 anos, do grupo Ação da Cidadania contra a Fome e a Miséria e pela Vida.

"Talvez não seja motivo de festa. Mas o churrasco é por causa da opressão da polícia", disse Benedito Ivan de Souza, de 32 anos, que admitiu usar crack há 4 e é frequentador da cracolândia.